sexta-feira, 27 de abril de 2012

Espelho meu, espelho meu ...




Já sabemos que os filmes de Walt Disney sobre contos de fadas estão longe da versão original. Inicialmente, esses contos não se destinavam a crianças e o seu final não era sempre feliz. Os contos, transmitidos oralmente, expressavam medos, tabus, angústias e constituíam avisos. Bruno Bettelheim apresentou uma interpretação sistemática desse contos no seu Psicanálise dos Contos de Fadas. E outros autores se lhe seguiram. E porque o sentido destas histórias não é linear, é sempre bom conhecer novas versões. Por isso, aguardo com expectativa a estreia de A Branca de Neve e o Caçador. Chega aos nossos cinemas a 1 de Junho próximo. Mas a banda sonora já deixa antever um grande filme.

Sem comentários:

Enviar um comentário