quarta-feira, 12 de setembro de 2012

José Saramago dixit

"Se o homem não for capaz de organizar a economia mundial de forma a satisfazer as necessidades de uma humanidade que está a morrer de fome e de tudo, que humanidade é esta) nós, que enchemos a boca com a palavra humanidade, acho que ainda não chegamos a isso, não somos seres humanos. Talvez cheguemos um dia a sê-lo, mas não somos, falta-nos mesmo muito. Temos aí o espectáculo do mundo e é uma coisa arrepiante. Vivemos ao lado de tudo o que é negativo como se não tivesse qualquer importância, a banalização do horror, a banalização da violência, da morte sobretudo se for a morte dos outros, claro. Tanto nos faz que esteja gente a morrer em Sarajevo, e também não devemos, falar desta cidade, porque o mundo é um imenso Sarajevo. E enquanto a consciência das pessoas não despertar isto continuará igual. Porque muito do que se faz, faz-se para nos manter a todos na abulia, na carência de vontade, para diminuir a nossa capacidade de intervenção cívica.”
                        Canarias 7, Las palmas, 20 de Fevereiro de 1994
                             (entrevista de Esperanza Pamplona)

Sem comentários:

Enviar um comentário