quinta-feira, 21 de março de 2013

A poem a day keeps the doctor away

Van Gogh



      Anton Tchekhov escreveu um dia que qualquer um faz face a uma crise, é o quotidiano que nos deixa extenuados. Concordo com essa frase. Por isso, deixo hoje um poema que sempre interpretei como um repto e um desafio: o de vivermos e sermos nós próprios todos os dias. À medida que avançamos na idade, percebemos que não é tão fácil quanto se poderia pensar. Para além de termos de descobrir quem somos, há ainda toda uma série de obstáculos a ultrapassar para lá chegármos. E, todavia, sermos nós próprios é a única coisa que poderemos verdadeiramente aspirar a ser.
Decidi ilustrar o poema com um quadro de Van Gogh de que gosto muito. À sua maneira, também ele foi um poeta.


Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta viva.

Ricardo Reis

 
 

 

Sem comentários:

Enviar um comentário