terça-feira, 14 de outubro de 2014

Os livros favoritos das top-models do momento






Longe vão os tempos em que ser modelo era quase sinónimo de se ter sido pouco abençoado no capítulo da inteligência e  das escolhas culturais. Os preconceitos têm sido combatidos com persistência. E se indústria da moda continua a gerar críticas devido aos padrões de beleza que impõe, não é menos verdade que dentro dela há cada vez mais lugar à diversidade. Não só no aspecto físico, mas nas escolhas e opções de vida. Os que aspiram aos lugares cimeiros nos tops de modelos não aceitam ser rotulados como ocos ou coisa ainda menos edificante.
A Harpers Bazaar publicou recentemente as escolhas literárias  de quem anda pelas principais passerelles do mundo, acompanhadas de fotografias que têm uma dupla virtude. Desde Paulina King (que escolheu A culpa é das estrelas) passando por Dasha Gold (que optou por indicar Dostoiveski), várias são as modelos que desmontam os cenários de sonho dos desfiles e mostram formas produtivas de passar os tempos mortos entre uma sessão de fotográfica e outra. Vale a pena conhecer estas sugestões mesmo que não estejamos a caminho de qualquer casting.

Sem comentários:

Enviar um comentário