quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Saramago



          Hoje José Saramago celebraria o seu aniversário.O primeiro livro que li dele foi O Memorial do Convento. Mas os que mais me marcaram foram Todos os Nomes e O Evangelho segundo Jesus Cristo.O primeiro por dar brilho a um funcionário da Conservatória que tem imaginação para resgatar o que há de único no ser humano para além do anonimato que nos cobre a todos. O segundo pela conversa entre Deus e o Diabo, num barco no meio do mar, de que me lembro sempre que vejo o sol a bater nas ondas daquele. Esta frase é extraída do livro A viagem do elefante. Gosto dela pela esperança que carrega. Cada um sabe onde deseja ser esperado e só se pode desejar que cada um de nós consiga lá chegar. 

Sem comentários:

Enviar um comentário