segunda-feira, 17 de abril de 2017

A conspiração, Will Eisner

É uma das maiores fraudes históricas de sempre. Mas, apesar de repetidamente desmontada, renasce uma e outra vez, numa espécie de reinterpretação maldita da fénix.
     Os protocolos são um texto onde, pretensamente, os judeus passam a escrito a sua intenção de dominar o mundo. Foram fabricados a pedido de membros da corte do Czar Nicolau, para o impedir de levar a cabo esforços de modernização, fazendo-o crer que esta era parte do plano judaico para atingir o poder. Os textos foram publicados pela primeira vez em 1905 e desde então têm conhecido sucessivas edições em numerosos países. O objectivo é sempre o mesmo – acicatar o ódio para melhor instrumentalizar as multidões.
     Will Eisner, cansado do reaparecimento uma e outra vez dos protocolos, cuja falsidade foi já demonstrada, inclusive junto dos Tribunais, decidiu utilizar a BD para levar a verdade a um número mais alargado de pessoas. Como o próprio escrever “(…) Tenho esperanças de que o presente livro possa ajudar a cravar mais um prego no caixão desta aterradora, vampírica fraude". O livro tem ainda um prólogo de Umberto Eco e é completado por uma extensa bibliografia sobre o tema. 


Sem comentários:

Enviar um comentário