sábado, 24 de junho de 2017


(Fotografia extraída da net, sem menção de autoria)


     A casa de Rimbaud em Harar na Etiópia. O poeta francês viveu na cidade, mas não nesta casa, que nem sequer existia. Foi muito mais tarde construída e é um museu dedicado à memória do poeta. Longe da guerra, da fome e da doença há um país que para os portugueses foi sempre uma fantasia, o reino do sonhado Preste João da Índia. E há quem defenda que foi também uma das inspirações da Utopia de Thomas More. 

Sem comentários:

Enviar um comentário