sexta-feira, 18 de maio de 2018

Slave to Fashion, Safia Minney





     É fácil pensar que nenhum de nós pode fazer nada de relevante pela vida dos nossos semelhantes, sobretudo daqueles que estão longe. Mas isso é mentira. Este livro incide sobre um ponto essencial para todos nós cidadãos e cidadãs da sociedade da abundância: o consumo ético. O que é isso? É, por exemplo, perceber que se compramos um t-shirt por um preço módico, alguém está a pagar o seu preço real por nós. Esse alguém é muitas vezes um trabalhador ou trabalhadora do Terceiro Mundo que não tem direito a salário mínimo, subsídio de férias ou subsídio de Natal, que não tem horário de trabalho e exerce a sua actividade profissional em condições desumanas. Este livro foca esse fenómeno de que todos temos mais ou menos consciência. Não se fica pelo diagnóstico da situação, indicando formas como todos nós podemos agir. Desde logo, procurando resposta para a pergunta “quem fez as nossas roupas?”, não embarcando no consumo desenfreado, mas antes perguntando-nos como podem determinadas marcas ter produtos tão baratos. Também há uma lista de aplicações que podem ser colocadas no telemóvel e sites para explorar. Há sempre alguma coisa que podemos fazer, desde que estejamos realmente disponíveis para sofrermos o leve incómodo a que toda a acção obriga.
    O livro em si mesmo está bem escrito e com edição cuidada, mostrando a diferença que a introdução de preocupações de justiça na economia pode trazer na vida de cada um.

Sem comentários:

Enviar um comentário